Avançar para o conteúdo principal

MAQUETA|"Retalhos" - Slapdash



Os Slapdash estão de volta; com mais música.
Três anos após terem passado por aqui com a sua "Demo" de 2003 e ouvida esta, a nova, a evolução é clara - óbvia e clara. Grupo formado em Coimbra, composto por Ana I. - voz, Jaime Santos - guitarra, Pedro Marques - guitarra, Alexandre Pascoal - bateria e João "Sirilo" Pascoal - baixo, os Slapdash têm na criação de um rock simples, directo e descomprometido o seu maior objectivo.
Composto por seis temas, "Retalhos" é uma peça de rock cantado em português, com um som mais trabalhado, mais cheio e finalmente capaz de expressar toda a energia que a banda tem para oferecer; a voz é feminina, diferente e aqui e ali parece necessitar ainda de uma maior elasticidade, alguma profundidade. Não se esperem tiradas de especial originalidade, espere-se antes um som cuidado e apresentado com a seriedade suficiente para ser ouvido com atenção; as palavras são em português.
Essencialmente, "Retalhos" é um trabalho coeso, esteticamente mais definido, estilisticamente mais coerente. O amadurecimento é visível e representa mais um passo na carreira dos Slapdash - outros há para dar.

som Ouvir alguns sons de Slapdash.

capa de Retalhos
"Retalhos" - Slapdash (2007)

01 Recusa
02 Espectro
03 Sorte
04 Vazio
05 Sempiterno
06 Epílogo

tipo Pop/Rock
sítio www.slapdash.pt.vu

Mensagens populares deste blogue

-Crítica- "No Body Needed" - In Her Space Não é um disco fácil. Como qualquer obra artística ou se gosta ou não, sendo por vezes ambos os pólos bem defensáveis. Esse é o caso deste "No Body Needed". Há melancolia, há tristeza, há um arrastar de tudo, da voz, da música, dos temas, do tempo, chegando a parecer que o disco nunca mais acaba. Isto é mau? depende! Não é um disco fácil, transpira referências, referência diria eu, mas não é, igualmente, um disco que nos deixe indiferentes, há qualquer coisa a brotar. A falta de energia chega realmente a ser enervante mas é um disco que cria uma ambiência interessante, calmante, expectante, enervante eu sei. Algum experimentalismo traz-lhe por vezes alguma vitalidade. Como qualquer obra artística nem sempre temos todas as respostas, nem sempre se sabe porque se gosta ou não de algo, e aqui, com os In Her Space, passa-se algo idêntico. Por vezes é um disco aborrecido, mas por outro lado tem momentos fortes, belos, mo

AVISO À NAVEGAÇÃO|Comunidade Tromp@genda

A comunidade tromp@genda nasceu...ou está para nascer! Com este recurso é possível a qualquer visitante deste blog inserir os concertos de artistas ou bandas nacionais a que pertence ou gosta. Se já tiverem uma conta Gmail, basta que enviem o endereço para blogatrompa@gmail.com a solicitá-lo para que se possa proceder à activação da mesma; brevemente terão acesso à tromp@genda a partir da vossa conta Gmail. Quem não tem conta Gmail (nem faz questão), pode entrar directamente através da conta de e-mail da tromp@genda (aqui disponibilizada). Feito o login no Gmail (num ou noutro caso), terão acesso à tromp@genda clicando em 'Calendário', campo visível no canto superior esquerdo do vosso monitor. Depois, é só introduzir o evento... Participem; encontram a tromp@genda no fim do blog...

SECÇÃO MP3|"Sunshine" - Skalibans

Com muita energia... ...eles são Pedro Martins (Guitarra), Clara Pereira (Trompete), Sérgio Gaspar (Voz), Ipi (Baixo) e Gonçalo Jorge (Bateria); chamam-se Skalibans e vêm de Almada. Com o EP/Demo "Is it Voodoo?" posto a circular há alguns meses, o destaque de hoje vai para o lançamento do CD-single "Sunshine" - "Late Night Phone Call" como segundo tema. O que se pode esperar? Algo entre o punk-rock e o ska-reggae ; sempre com muita alegria. Haja festa! Ouvir o single "Sunshine" ; entre outros temas. "Sunshine" - Skalibans (2007) Punk/Ska/Reggae www.skalibans.com www.palcoprincipal.com/skalibans